fbpx

A indústria Zero Grau de Nova Santa Rosa e seu Centro de Treinamentos Oscar Eduardo Arndt são parceiras da Unioeste nos cursos de Pós a nível de Mestrado e Doutorado, que realizam estudo científico para o uso de tecnologias avançadas na refrigeração de pescados.

Há cerca de 4 meses, a estrutura do Centro de Treinamentos localizado junto a indústria Zero Grau, está sendo utilizada para auxiliar em um avançado estudo pelos pesquisadores da Unioeste, ligados aos departamentos de Desenvolvimento Rural Sustentável e Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca, todos em nível de Mestrado e Doutorado.

Estão sendo desenvolvidos estudos científicos para avaliação da eficiência do processo de Liofilização em comparação ao processo de congelamento direto, com foco na economia de energia para estocagem do pescado. O objetivo é avaliar e comparar os dois sistemas, tendo em vista o elevado consumo energético em sistemas de refrigeração.

A Liofilização consiste em congelar o produto e depois desidratar a frio, onde a água é submetida a sublimação, desta forma é possível manter a maior parte das características nutricionais dos produtos. Depois de desidratados, os filés de Tilápia serão utilizados na análise das condições de armazenamento e conservação para o estudo da viabilidade do processo.

O projeto faz parte da união de esforços dos Programas de Pós-graduação em Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca – PREP – juntamente ao Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Rural Sustentável – DRS – da Unioeste, através dos discentes Pauliana Leão de Souza e Karla Fernanda da Silva Freitas do PREP e do Leonardo Balcewicz Junior do DRS se utilizando do Equipamento Liofilizador Vertical.

O estudo está sendo feito em parceria com a empresa Zero Grau de Nova Santa Rosa, que disponibilizou os equipamentos e o espaço do Centro de Treinamentos para as mensurações práticas da teoria apresentada, que será defendida nas teses pelos Mestrandos e Doutorandos que estão conduzindo a pesquisa.

Hoje no Brasil, o apoio da iniciativa privada para pesquisa científica consegue provocar uma aceleração nos resultados e também gera aplicação prática de forma direta. “Uma parceria dessa natureza é essencial para avançarmos cientificamente, tecnologicamente e em processos de inovações tecnológicas no setor produtivo e industrial.” – ressalta o Professor Dr. Altevir Signor, Orientador dos Discentes e Coordenador do programa de Pós-graduação PREP.

A pesquisa conta ainda com apoio das empresas C. Vale de Palotina, Copacol, Pescados Seria e Frigorífico Sardella com a doação dos filés de Tilápia que estão sendo utilizados para esses primeiros ensaios no Liofilizador Vertical.

Estudos como este, desenvolvidos pela comunidade científica e seriamente apoiados por parceiros legítimos, são um grande passo para o desenvolvimento de tecnologias eficazes e que vão de encontro à melhoria da conservação de alimentos e da eficiência energética para o futuro da humanidade como um todo.